Parceria com a ASA Para Todos

acessibilidade playcipa projeto asa

“Investir em Acessibilidade é um ato de responsabilidade social, garantindo o direito de ir e vir a todos, inclusive às pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, permitindo o seu fortalecimento político, econômico e social” (Arq. Eduardo Ronchetti de Castro).

 A empresa ASA PARA TODOS – Ações e Soluções em Acessibilidade –  em parceria com a PLAY CIPA,  lança no mercado o serviço de Consultoria na área de acessibilidade residencial, condominial, empresarial e urbana.

A LBI – Lei Brasileira de Inclusão, que entrou em vigor em janeiro de 2016, somada a Lei de Cotas e a NBR 9050:2015 dão margem às fiscalizações Municipais, Estaduais, Federais e do próprio Ministério Público em busca dos direitos das PcD. O não cumprimento da garantia de equiparação de oportunidades nos locais públicos de uso comum e, das quotas nas Empresas desrespeita a legislação em vigor, incluindo aí a Convenção da ONU que garante os Direitos da Pessoa com Deficiência.

Nosso principal interesse é pontuar, se for preciso, as mudanças necessárias  na infraestrutura e sociabilidade com PcD,  para melhorar a capacidade de receber clientes e colaboradores com deficiência nas instalações. Os Clientes são consumidores e, os Colaboradores, além de força de trabalho para seu negócio uma solução para os preenchimentos de cotas estabelecidas em Lei.

Como muitas empresas já constituídas anteriormente à legislação aprovada, não tiveram a oportunidade de atualizar suas instalações, hoje, através da Tecnologia Assistiva podem se tornar acessíveis para TODOS e cumprirem seus compromissos sociais e legais.

Desta forma, PLAY CIPA e ASAPARATODOS, possibilitam que a sua Empresa adeque as suas instalações, conscientize seus colaboradores, melhorando assim a capacidade de receber as PCD ou com Mobilidade Reduzida e, consequentemente a qualidade de vida de todos que convivem em suas instalações.

Estaremos a disposição para conversarmos pessoalmente para entender sua demanda e juntos encontrarmos uma solução!

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *